terça-feira, 3 de agosto de 2010

Autenticidade Mórbida em Olhos Brilhantes



Muitas e muitas coisas para fazer. assim se resume meu início de semana.

algumas coisas que são priorisdade para mim, acabam sendo me tiradas a força, pela minha estúpida falta de tempo. Como o meu Blog.

faze nova, felicidade a flor da pele, alegria que já me dava saudade por tanto tempo afastada dela, olhos brilhantes, bem estar, sentimento de tranquilidade, utilidade e sentimento de missão cumprida, sem ter tido uma missão, nem tão pouco te-la cumprida.

Esse é o meu saldo inicial.

Muitas coisas estão por vir pela frente, uma feira do livro recheada de ótimas atrações, as quais catei e escolhi com mãos de veludo, os melhores. Fim de ano começa a bater sim, principalmente pra quem está no ramo da promoção cultural, pois está na hora de começar a pensar nos projetos do ano que vai começar. Pensar no amanhã, com receio de que as coisas de hoje deêm certo.

Pré-estréia de filme no sábado, lá vamos nós de novo, nos jogar aos olhos da crítica, e creio que dessa vez ao de ser muitas, mas que bom que a telona pode promover este raciocínio, mesmo que desconfortável para nós do outro lado da câmera.

Feliz com os amigos, que me maltratam, mas não consigo me desfazer deles. Sinto falta nas vezes que estou loonge desses chatos necessários, me aperta o coração não te-los por perto, e me refaço no encontro ou reencontro marcado a qualquer hora.

Algumas coisas em mim, ou não em mim, em meu dia-dia, estão adormecidas. Apenas. Não mortas, nem mórbidas. Autenticidade mórbida em olhos brilhantes.

Porque sinto que vou fazer sucesso daquí a alguns dias, espero o tempo passar como se ele não existisse. E cada vez que eu anceio o amanhã, minha alegria futura parece mais perto.


E me contento comigo.

E estou grato pelas pessoas que me gostam, me fazem felizes, e estão sempre comigo. Quero todos os dias poder faze-los (ou fazer-te "aos que estiverem lendo") felizes e orgulhosos:

De mim.


Coloco aí a frase que veio em meu contracheque e que achei muito bacana.

"Sair do próprio eu é um dos sonhos mais inteligentes que um homem pode ter." Julien Green


Comentem!

Um comentário:

Grupo Mototóti disse...

Parabéns pelo blog!!!!
Abraços,
Carlos e Fernanda